segunda-feira, 10 de agosto de 2015

20 - Bônus: Evangelho da revelação do Menino-Polvo

Revelado em Junho de 2013
Capítulo 1

1Ouça. Não duvidais. 2Este é o relato do ouvido. Não da vontade. 3Assim ouvi. Assim dou fé.

4Eis que estavam surdos. Mas havia aqueles que ouviam. 5Para aqueles, mas também para estes, veio a nós o Menino.

6Poucos davam fé, por ser menino. 7Mas eis que o Menino pronunciou-se.

8Estava então o Menino no meio de nós.

Capítulo 2

1Um dia estava o Menino em seu lar, no colo de sua mãe. 2E disse: mulher, aquele que gritara Vergonha estava correto no propor.

3Em verdade vos digo: Peixe é os animais, polvo é os animais, galinha é os animais, vaca é os animais, porco é os animais.

4Por aqueles que não se envergonharam haverá choro e ranger de dentes. 5Mas ela não entendera.

Capítulo 3

1Era ceia e o Menino aceitou o convite de sua mãe, pois sabia que era chegada a hora. 2Ela lhe disse: meu filho, come teu nhoque de polvo, 3ao que ele respondera: está bem, mulher, mas este polvo não é de verdade? 4Ela mentiu-lhe e ele soube, pois era o Menino. 5Indagou-lhe sobre a cabeça do animal, mas ela negou pela segunda vez, para que se cumprisse a palavra do profeta: 6antes do fim, será negado duas vezes.

7Então percebeu o Menino que a busca do porque não bastaria, pois sua mãe não sabia o que fazia. 8Eis então que disse:

9Mulher, peixe é os animais, polvo é os animais, galinha é os animais, vaca é os animais, porco é os animais.

10Quando a gente come os animais, eles morrem. Por quê?

11Eu não gosto que eles morrem. Eu gosto que eles ficam em pé.

12Estes animais, tem que cuidar deles, não comer.

13Sua mãe compreendeu e deu fé. 14E disse o Menino: só a batata e só o arroz, estes devem comer, pois são minha carne.

Capítulo 4

1O Menino entrou então nas cidades e aqueles que possuíam ouvidos o ouviam e lhe seguiam. 2O Menino-Polvo, diziam. E convenciam-se.

3Eis que em uma das cidades havia uma citadina endemoninhada. 4Aproximando-se do Menino, rogou que a livrasse da tormenta. 5E ele disse: mulher, por que você está chorando? 6Alegrai. Já estás livre, pois antes de mim tu sabias dos que é os animais. 7Ela aliviou-se e o seguiu.

8Sua mensagem alcançou o coração dos de boa fé e espalhou-se, para que se cumprisse a palavra do profeta sobre o que o mundo viria a ser caso assim se desejasse.